A mágica do Colágeno: meninos eu fiz!

julho 4, 2016 0 Por Thereza Christina Pereira Jorge
Já contei aqui mas vou repetir. Sofri mais de 10 anos por conta de uma cervicalgia, uma dor que tem artrose no meio. Fiz fisioterapia em todos os bairros cariocas e também em Niterói. Nada de muito importante aconteceu. Até que um dia, por causa da minha flacidez gelatinosa galopante, resolvi tomar colágeno todo dia. A flacidez não foi embora, ficou um pouco melhor mas ….tantantanan …. a dor do pescoço foi muito atenuada. Às vezes, até esqueço dela.

Tomo colágeno de marca até hoje não tomo gelatina branca por isso não sei se o  resultado será o mesmo. Depois, acrescentei ao colágeno uma sugestão do big mestre e médico Drauzio Varella,  uma dose mensal de B12 injetável. Da B12 já falei aqui, e recomendei porque tudo isso + alongamento e aeróbica 3 vezes por semana, que faço em casa, sozinha,  contribuiu para um resultado ótimo: só tomo analgésico em gotas antes de dormir porque às vezes o pescoço não relaxa… Isso é nada comparando-se ao que tomei durante anos. E mais: se estou com tempo disponível, faço uma compressa úmida de calor e pronto. Melhor que doril: a dor sumiu …
Thereza Christina Jorge, editora do blogue

    


As fibras colágenas são produzidas pelos fibroblastos e localizam-se na segunda camada da pele, na derme, estas fibras são responsáveis pela sustentação da pele e, junto com as fibras elásticas, deixam a pele firme e com aspecto jovem.

O colágeno é uma proteína produzida naturalmente pelo organismo, porém a partir dos 30 anos de idade há uma redução na sua produção, tornando os cabelos, unhas e a pele mais frágeis com o avançar da idade. Além do processo natural do envelhecimento, o hábito de fumar, beber em excesso, a exposição a radiação solar, o estresse e a ansiedade são fatores que influenciam na alteração negativa do colágeno.

Para amenizar estas disfunções, as industrias cosmética e alimentícia investem na produção de produtos que estimulem a formação ou reponham o colágeno. Cápsulas, pós, sucos e cremes são algumas das formas de apresentação do colágeno que facilitam o seu uso. Estudos científicos indicam o possível benefício da suplementação de colágeno no retardo do processo de envelhecimento, prevenção da osteoporose e dos danos causados nas articulações.

Além da ingestão de colágeno, os tratamentos estéticos também são efetivos no estímulo da produção desta proteína. Os aparelhos estéticos, os cosméticos e as diversas técnicas de massagem, estimulam direta e indiretamente a produção desta proteína, tão importante para a sustentação e firmeza da pele.

A alimentação adequada, a prática de atividades físicas e os tratamentos estéticos com técnicas e produtos cosméticos de alta performance devem ser priorizados por aqueles que procuram um envelhecimento saudável!

Conteúdo http://canaldaestetica.com.br/