Agora Maria Lúcia tem anjo da guarda no avião


Diagnosticada com mal de Alzheimer, a mãe da psicóloga Mônica Mastrantonio, Maria Lúcia, de 70 anos, precisa de companhia quase que o tempo todo. A doença afetou a memória e também o senso de direção da aposentada. Viajar, por exemplo, só se tiver alguém capaz de guia-la. Ela mora em Londrina, Paraná.


Essa dificuldade ficou mais evidente em outubro de 2015 quando Mônica precisou que a mãe, que mora em Londrina, no norte do Paraná, viajasse para São Paulo para uma consulta médica.

Ao comprar passagens de avião ela descobriu que as companhias aéreas nacionais não ofereciam serviço para auxiliar idosos no embarque e desembarque. Mônica conta que na época procurou nos sites e ligou nas centrais de atendimento para saber se havia um serviço de acompanhante para idoso, mas todas as empresas só ajudavam crianças.


Naquele momento a preocupação foi imediata, e aí surgiu a ideia. A psicóloga decidiu criar uma petição online para convencer as aéreas a oferecer um serviço parecido com o que já é ofertado para crianças que viajam sozinhas. Cinco meses depois, em março de 2016, com 33 mil assinaturas, Mônica atingiu o objetivo.


Se em outubro Mônica precisou comprar passagens áreas para uma pessoa ir junto com a mãe para São Paulo, na viagem no fim de março, a aposentada contou com a ajuda de um funcionário da Gol Linhas Aéreas para leva-la do guichê de passagens até o avião, e da aeronave até o saguão de desembarque, onde a psicóloga estava esperando.
“No dia, a minha mãe disse que gostou e que as pessoas que a ajudaram a trataram muito bem. Em um país cuja população está envelhecendo, a população de idosos só aumenta, esse tipo de serviço é muito necessário. Fico muito feliz em ver que um abaixo-assinado virtual teve resultado positivo. Não esperava que fosse tão rápido, que milhares de pessoas se mobilizassem pela causa”, pontua Mônica Mastrantonio.
Conteúdo G1

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo