Anvisa: ILPIs devem continuar com prevenção mesmo depois da vacina

A Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, na sexta-feira passada (24/9), uma nota técnica reafirmando a importância da continuidade das medidas de prevenção e controle da disseminação do novo coronavírus nas instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), mesmo após a vacinação desse grupo.

Segundo o órgão regulador, mesmo vacinados, os idosos ou os cuidadores podem contrair e disseminar o vírus. “Nesse sentido, é imprescindível que as ações de prevenção de disseminação do vírus continuem a serem seguidas”, afirmou em nota.

A publicação inclui informações sobre o uso de máscaras, distanciamento, higienização, bem como procedimentos para visita segura aos residentes e procedimentos para a recepção de idosos recém-internados, entre outros tópicos.

“Essas orientações devem continuar a ser observadas rigorosamente pelos responsáveis pelas instituições, cuidadores, funcionários, visitantes e pelos idosos para prevenir exposição ao vírus e consequente abalo na condição de saúde dessas pessoas, uma vez que esta população convive no mesmo ambiente e que surtos podem ocorrer se estas precauções não forem realizadas.

Neste sentido, destacamos também que as boas práticas descritas nas medidas de prevenção de contaminação do vírus SARS-COV-2 podem auxiliar na prevenção de outras doenças infecciosas, de forma que a adoção destas medidas é benéfica para toda população que habita e circula pela instituição de longa permanência”, orientou a agência reguladora.

Correio Brasiliense

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo