Cuidado com a “saidinha de banco”



A ocorrência de crimes em saídas de bancos é muito comum e os idosos estão entre as maiores vítimas. A afirmação é da delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI) (Manaus), Ivone Azevedo. De acordo com ela, o público da terceira idade precisa tomar alguns cuidados ao utilizar serviços bancários.


Conforme a autoridade policial, na saída dos bancos, os idosos geralmente são abordados por pessoas que oferecem empréstimos, produtos ou premiações em sorteios. Muitas vezes, segundo a delegada, eles não possuem discernimento das situações, o que torna imprescindível o acompanhamento de algum familiar, cuidador profissional ou pessoa de confiança.

“É importante que ele sempre vá ao banco acompanhado de algum familiar ou pessoa de confiança. Evite ir em dia de pagamento, contar valores em frente à agência ou guardar a senha junto ao cartão. Procure não manter contato visual para não facilitar a abordagem de um possível infrator e nunca forneça informações ou dados pessoais para desconhecidos. Caso haja o interesse em comprar algum produto, pesquise e se informe antes disso”, alertou a titular da DECCI.

Em caso de crimes como furto, roubo ou estelionato, a vítima deve procurar a delegacia mais próxima para formalizar a ocorrência.

Conteúdo do portal A Crítica

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo