Para fazer um levantamento inédito no país, foi lançada hoje a pesquisa ‘Avaliação das condições de trabalho e saúde de cuidadores de pessoas idosas em tempos de Covid-19’. Sob a coordenação do professor-pesquisador da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Daniel Groisman, e da pesquisadora do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), Dalia Romero, o estudo busca reunir informações sobre o perfil sociodemográfico de cuidadores de pessoas idosas e mapear o impacto da pandemia para as suas condições de trabalho, informação e saúde.

A realização do estudo busca dar visibilidade para esse contingente de trabalhadores e para as suas necessidades em saúde e de melhorias no trabalho. “Os resultados da pesquisa também poderão ser úteis para o planejamento de ações voltadas para a melhoria das condições de cuidado dos idosos”, aponta.

Para participar da pesquisa, basta acessar o site do projeto  e preencher um questionário online. A participação é anônima.

“Cuidando de quem cuida” é financiada pelo Edital Inova, da Fiocruz, e tem a colaboração de pesquisadores da EPSJV, do Icict/Fiocruz, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

A pesquisa se debruça sobre uma população em situação de vulnerabilidade, as pessoas que cuidam de idosos, abrangendo tanto os cuidadores familiares, quanto os cuidadores remunerados. “Entretanto, poucas informações se tem sobre a situação dos seus cuidadores, que se encontram em situação de grande responsabilidade, maior sobrecarga e, certamente, com necessidades de apoio e maior acesso à informação nesse momento”, ressalta.

Fiocruz