Definições para combater o Idadismo

Autor(a):

1.Gerontofobia  
Síndrome que define aversão ou medo patológico de pessoas idosas. Há casos, inclusive, de pessoas que preferem morrer jovens a envelhecer.

2. Idatismo, etarismo e ageísmo  
Os termos se referem à discriminação das pessoas  baseada em  idade e atinge qualquer faixa etária. Porém, na maioria das vezes, é usado com mais frequência para se referir a pessoas mais velhas.

3. Melhor idade 
Apesar de ser vista por muita gente como uma expressão romantizada para definir a vida depois dos 60 anos, a expressão não é bem vista entre o segmento, já que contradiz a ideia que existe uma pior idade e não reflete os desafios enfrentados pelos idosos.

4. Terceira idade  
A expressão surgiu na década de 60 como uma maneira de transformar a imagem da velhice, muito associada à ‘fase de se aposentar’. No entanto,  essa classificação não reflete mais a realidade da jornada de vida das pessoas, pois existem indivíduos 60+ voltando a estudar, trabalhando com alta produtividade ou empreendendo.

5. Superidoso 
O termo usado pelo mercado para descrever pessoas idosas atléticas, com corpos sarados e engajadas em atividades físicas radicais acaba tendo o efeito contrário. Isto porque representa de maneira exagerada e irrealista, reforçando preconceitos etários ao não valorizar a velhice natural e mostrar pessoas normais.

6. Velhofobia  
Preconceito, estigmas e tabus associados ao envelhecimento, que tratam o idoso como inútil, desnecessário e invisível.

7. Velho ou velhice    
São termos que deixam de ser cada vez expressões que lembram “coisas que não servem mais”. Com isso, passam a ser palavras que precisam ser usadas para quebrar preconceitos e estimular as pessoas a enxergarem o envelhecimento não como uma diminuição da produtividade, da inteligência, do bom humor e da capacidade física.

8. Age shaming    
É fazer alguém sentir vergonha de ser idosa, criticando sua forma de vestir, se comportar ou sua aparência.

9. Anti-aging  
Termos como anti-idade e antienvelhecimento são comumente usados principalmente pela indústria de cosméticos para se referir a produtos para combater os sinais do envelhecimento, o que remete a um preconceito sobre essa fase da vida. A sugestão é que os produtos apontem para seus principais benefícios como, por exemplo, hidratação profunda para peles maduras, ou produto antissinais.

10. Cougar
Termo pejorativo (‘puma’ em português) usado para se referir a mulheres mais velhas que gostam de se relacionar sexual ou amorosamente com homens mais jovens, associando-as  à imagem de ‘predadoras’.

11. Cultura jovemcêntrica  
Quando apenas o comportamento cultural dos mais jovens é valorizado e pautam o padrão estético e de comportamento ideal, enquanto os mais velhos são tratados como obsoletos, pouco criativos, feios e lentos. É visível, sobretudo, na publicidade e também na falta de oportunidades de emprego para pessoas mais velhas.

12. Elastic generation  
Termo usado como sinônimo de perennials – em referência à geração baby-boomer, aquela que nasceu entre 1946-1964 – e foi grande protagonista das revoluções sociais no mundo como a saída das mulheres de casa para trabalhar,  a pílula anticoncepcional e normalização do divórcio. São essas mesmas pessoas que hoje revolucionam o sentido de como envelhecer.

13. Evelhescência
Vai dos quarenta e muitos até aos sessenta e poucos anos, e é considerada uma espécie de hiato de tempo entre a idade adulta e a velhice.

14. Grey power
O poder político, financeiro e formador de opinião de pessoas do final dos 40 anos até os 60 e mais alguns.

15. Idoso
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), idoso é todo indivíduo com 60 anos ou mais. É a palavra oficial e bem aceita pela população.  Porém, o conceito é fluido e vai depender muito da percepção subjetiva das pessoas e seu o contexto cultural.

16.Longevidade
O termo está relacionado à expectativa de vida.

17. Sênior
A expressão é bem aceita pelas pessoas acima de 50 anos, sobretudo, no mercado de trabalho.

18. Seniores digitais ou seniores geeks    
São pessoas mais velhas que possuem bastante intimidade com tecnologia. São ativas no uso de aplicativos, streamings, redes sociais, leitura de e-books, compras em e-commerces.

19. Silver fox    
O termo tem uma conotação positiva e  se refere ao “coroa enxuto”, atraente, bonito, fisicamente bem.

20.  Yolds  
Contração das palavras young (jovem) e old (velho), que surgiu para designar o comportamento dos novos idosos com espírito jovem, que não aceitam rótulos e limitações impostos pela idade.

Fonte: Glossário da Longevidade: um guia para o mercado, a mídia e profissionais em geral, escrito por Simone B. Lara e Patricia Galante de Sá (2022). O e-book está disponível no site cinzapoderoso.blog/.

Um livro para ler

Idadismo; Um mal universal pouco percebido por [Egidio Lima Dórea]

Idadismo: Um mal universal pouco percebido

Livro por Egidio Lima Dórea

Palavra pouco usada, idadismo indica uma prática condenável. Racismo e sexismo conotam, respectivamente, preconceito para com a raça ou sexo de indivíduo ou grupo de indivíduos. Idadismo, também chamado ageísmo ou etarismo, é o preconceito com relação ao idoso. …

Google Books

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *