Dormir com luzes acesas envelhece


Dormir com as luzes acesas pode perturbar o relógio biológico e acelerar o envelhecimento, segundo indicam dados recolhidos pela Universidade Leiden, na Holanda, com base numa investigação realizada com ratos.

Durante a investigação, cerca de uma centena de foram mantidos numa exposição à luz 24 horas por dia, enquanto um outro grupo de ratos foram expostos às variações normais da luminosidade entre os dias e as noites. Também foram implantados elétrodos nos cérebros dos ratos, de modo a medir quaisquer alterações nos seus neurônios e controlar os seus relógios biológicos.

Os investigadores observaram que os ratos expostos continuamente à luz mudaram de um ciclo diário de 24 horas para um ciclo de 25 horas e meia. Ou seja, em lugar de adormecerem por volta da mesma hora todos os dias, o seu relógio biológico levou-os a adiantarem diariamente uma hora e meia a altura em que adormeciam. Uma dessincronização que os cientistas notaram estar associada normalmente ao envelhecimento, tanto nos ratos como nos humanos.

Para além disso, os ratos expostos em continuo à luz artificial registaram outras mudanças físicas, como a redução da densidade dos seus ossos e o enfraquecimento dos músculos.


Os investigadores não conseguiram, contudo, determinar se estes efeitos se deveram à dessincronização da hora do sono ou devido à pior qualidade do mesmo, devido a este ocorrer sob a exposição à luz.
http://expresso.sapo.pt/

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo