EA é : mudar para um país desconhecido

images-2

Envelhecimento Ativo é … mudar-se para um país desconhecido.

Nunca gostei de viajar. Nem a passeio. A melhor hora da viagem era sempre olhar pela janela do avião e reconhecer o Cristo Redentor e a Baía da Guanabara.
Hoje, forçada pelo Envelhecimento Ativo, sou obrigada a me disciplinar e introduzir o gosto pelas mudanças na minha vida. Mudanças físicas, mentais, emocionais e espirituais. Haja mudança.
Como tenho a certeza de que todas as fases da vida _ não posso generalizar o que vou dizer em seguida _ repeti uma contabilidade simples: ônus e bônus de cada fase.
Meu raciocínio é o seguinte: se assim foi no passado, deve se repetir no presente. Envelhecer. Cabe a mim descobrir esse país aparentemente hostil e desprovido de conhecimento. É como se estivesse sozinha nesse continente. Sem amigos, sem família e sem referência. Ninguém pode me passar a experiência de descobrir as novidades e atrações desse novo lugar. Nem os riscos.
Ainda bem que tenho uma tendência ao otimismo mesmo sendo uma pessoa melancólica congênita. Paradoxo dos paradoxos. Sou eu.
Meu pai falava a propósito o seguinte: “Thereza, quando Deus fez você, jogou fora a receita.” Às vezes era um elogio, às vezes uma crítica.
Sei que meus filhos estão por perto e que encontrarei muitos amigos por aqui. Sei que vou me divertir novamente com eles. Com os livros. No karaoquê. Na praia. Na minha praia. Aquele cantinho intocado da praia e da Av. Atlântica, cheio de árvores, cujo limite é o paredão do Forte Copacabana.
Thereza Christina Jorge, editora

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo