Moda para Idosos, um mercado para ser explorado

Melhorias na qualidade de vida e na medicina têm proporcionado um aumento da expectativa de vida das pessoas. As projeções são de que a porcentagem de idosos na população passará de 12% para 30% até 2050.
O Relatório de Inteligência de abril mostra como os pequenos negócios do setor podem explorar a moda para a terceira idade, além de alguns exemplos de sucesso e cuidados que a indústria deve tomar ao produzir vestuário para esse público.
“A falta de roupas específicas para idosos e as inadequações na modelagem e nos tamanhos são os maiores problemas. Além de propriedades de design e estética, o vestuário precisa conciliar aspectos ergonômicos para atender requisitos como conforto, usabilidade e funcionalidade.” Vania Alves de Barros, coordenadora de Engenharia de Modelagem da Audaces.
Tenha acesso ao conteúdo completo fazendo o download, confira!
Mais de 36.000 downloads já foram realizados por empresários no Portal Sebrae Inteligência Setorial! No endereço  abaixo:

Conteúdo do www.sebraeinteligenciasetorial.com.br/

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Um comentário em “Moda para Idosos, um mercado para ser explorado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo