A população brasileira está envelhecendo em ritmo acelerado: segundo dados recentes do IBGE, o número de brasileiros com 65 anos ou mais cresceu 26% entre 2012 e 2018. Atualmente, há mais de 29 milhões de pessoas acima dos 60 anos e, a previsão é que esse número ultrapasse os 73 milhões até 2060. Nunca foi tão necessário discutir inovações e alternativas para as pessoas envelhecerem com mais saúde e qualidade de vida. Este foi o tema central do World Pro Health Conference, evento que reuniu grandes especialistas em longevidade do Brasil e do exterior em São Paulo no fim de semana. “Precisamos focar na  prevenção e na mudança do estilo de vida para garantir uma saúde plena, tanto física quanto mental”, afirma o médico americano Robert Goldman (foto), um dos maiores especialistas do mundo em longevidade.

A seguir, Goldman destaca os principais pontos para retardar o envelhecimento e manter a saúde e a disposição.

1. Hidrate-se bem. “Beber água pura, sempre filtrada, é fundamental para manter o corpo saudável. Além das suas funções essenciais para o transporte e absorção de nutrientes, a água desempenha papel importante na desintoxicação do organismo e no sistema circulatório, já que seu consumo adequado ajuda a regular a pressão sanguínea e a reduzir o risco de ataque cardíaco”, diz Goldman.

2. Aposte na alimentação mais natural. O médico sugere evitar gordura saturada (de origem animal), “fast foods”, reduzir a ingestão de carne vermelha e aumentar o consumo de peixes, frutas, legumes e grãos. “Quanto mais natural, melhor. É importante também ficar atento ao modo de preparo dos alimentos.”

3. Faça atividade física aeróbica e de resistência. Goldman ressalta a importância dos dois tipos de exercícios para manter o corpo jovem por mais tempo. “É preciso treinar o coração pelo menos três vezes por semana. Isso melhora o nível cardiorrespiratório, aumenta a queima de calorias e o ponto de ajuste do funcionamento do corpo.” Além disso, ele sugere a musculação ou treino de resistência para manter a massa muscular e a massa óssea. “Estar mais forte é fundamental à medida que envelhecemos.”

4. Aprenda a administrar o estresse. O especialista define o estresse como um verdadeiro assassino. “O trabalho duro nunca matou ninguém, mas o estresse sim. Na verdade, a questão é como as pessoas lidam com ele. Ninguém está imune a uma situação mais difícil. Mas as pessoas precisam dar um passo atrás quando estão em uma situação realmente estressante e começar a se questionar como podem tornar sua vida mais equilibrada e mais feliz.” A forma de encarar a vida é de extrema importância para envelhecer bem. “Aproveite os momentos de conexão com a família e amigos para reduzir o estresse e aumentar suas experiências de vida”, sugere Goldman.

5. Treine o cérebro. “Ele é como um músculo e precisa ser exercitado”, diz Goldman. “Antes, pensávamos que o cérebro era muito parecido com o hardware de um computador. No entanto, ele é muito plástico, móvel e, por isso, quanto mais for usado, mais forte ele fica e, consequentemente, a pessoa também.

Metro Jornal

Comentar ()

() Comentários

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por e-mail.


Sobre mim

Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. Este blog é muito biográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver.