9 coisas que sei dele

Dia 13 de julho de 1942, na metrópole Chicago, nos EUA, nascia Harrison Ford, um dos mais rentáveis, marcantes e espetaculares astros de Hollywood. Aos 74 anos completados hoje, Harrison está mais em alta do que nunca, retornando aos personagens que marcaram sua carreira, como Indiana Jones, Han Solo e Rick Deckard.
Para celebrar o aniversário de Ford, reunimos 10 curiosidades sobre alguns dos momentos mais marcantes da carreira do ator. Confira:


Nas cenas que dividiu com Carrie Fisher na trilogia Star Wars, a atriz sempre teve que subir em uma caixa para ficar do tamanho de Harrison, que tem 1,85m de altura (Carrie tem 1,55m)


A cicatriz no queixo do ator foi conseguida em um acidente de carro – já em Indiana Jones e a Última Cruzada (1989) o jovem Indy consegue a marca se acertando com o próprio chicote


Harrison com seu dublê, Vic Armstrong. Nas filmagens de Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984), Vic teve que substituir Harrison por meses quando ele machucou as costas


Além de Templo da Perdição, Ford rompeu um ligamento no joelho em O Fugitivo (1993) e quebrou um tornozelo em Star Wars: O Despertar da Força (2015)


A popularidade de Blade Runner, O Caçador de Androides (1982) no Japão levou a um trabalho inusitado: garoto-propaganda de produtos tecnológicos japoneses. Por falar em Blade Runner, Harrison nunca ficou feliz com o filme, e brigou famosamente com Ridley Scott nas filmagens. “Poderia ter sido bem mais que um filme cult”, disse mais tarde


Steven Spielberg queria Harrison em outros dois filmes marcantes de sua carreira: A Lista de Schindler (1993) e O Parque dos Dinossauros (1993). Ford recusou ambos os papeis


Nada de Star Wars – o filme favorito de Ford de sua própria carreira é A Costa do Mosquito (1986), aventura dirigida pelo mestre Peter Weir (O Show de Truman)


Antes de começar a atuar, Harrison trabalhou como carpinteiro – e continua mantendo a atividade como um hobby até hoje


A curiosidade mais chocante, no entanto, é que Ford pediu para George Lucas matar Han Solo no final de O Retorno de Jedi (1983) – ele achou que daria mais peso à história

UOL

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo