“A Viagem de meu Pai”: a dignidade do Envelhecer

Uma dose extra de sensibilidade é desejável aos cineastas que decidem retratar pessoas que sofrem com distúrbios como a demência. E o francês Philippe Le Guay (de Pedalando com Molière e As Mulheres do Sexto Andar) possui a dosagem ideal para tal tarefa. Seu novo longa, A Viagem de Meu Pai, em cartaz no Brasil, acompanha com delicadeza o drama de um homem octogenário em sua perda de si mesmo.
A carta na manga do filme é o ator Jean Rochefort, 86 anos. O francês interpreta Claude Lherminier, o protagonista, inicialmente apenas um idoso irritadiço, que se recusa a ser tratado como incapaz. Com o passar das cenas, nota-se que Claude sofre de algum tipo de doença mental, que não é explicada com todas as letras pela produção.
Veja.com

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo