Casa emprestada? Por que não?

O apartamento 323 do Condomínio Vila dos Idosos, no Pari, no centro da capital paulista, tem a mesma “dona” há oito anos. A aposentada Inês Ramos Martins, de 77 anos, não tem a escritura do imóvel de 36 metros quadrados, mas, pelo programa de locação social da Prefeitura, tem a garantia de usufruir a unidade pelo resto da vida. Em São Paulo, esse modelo habitacional atende hoje mil famílias, mas pode crescer 60% em três anos.
Comum em cidades como Paris, Londres e Nova York, a locação social foge da lógica adotada no Brasil de que produção de moradia exige transferência de propriedade. 

Pelo programa, o poder público “empresta” – e não vende – a habitação para as famílias de baixa renda. Em troca, recebe um aluguel simbólico de cerca de 10% da renda familiar dos contemplados e uma taxa de condomínio para arcar com a manutenção do prédio. Além disso, assegura a rotatividade do imóvel.
Compacto do UOL

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo