Nathalia Timberg está em cena como Iris Apfel dando uma entrevista – ela abre sua casa e divide, com uma suposta equipe jornalística, suas histórias e opiniões sobre os mais variados assuntos, sem papas na língua.

A peça, com texto de Cacau Hygino, direção de Maria Maya e direção de produção de Bruna Dornellas e Wesley Telles, volta ao Rio de Janeiro para mais uma curta temporada, para a comemoração dos 90 anos de Nathalia Timberg.

“Através da Iris” é uma homenagem à nova-iorquina Iris Apfel, ícone mundial da moda aos 97 anos.

“More is more, less is bore.”

“Mais é mais, menos é chato”, uma brincadeira com o velho “Menos é mais”, é o lema da nova-iorquina Íris Apfel, 97 anos, empresária, designer de interiores e hoje uma das maiores referências mundiais na arte pop e no mundo fashion.

Após turnê de sucesso passando por 12 cidades, o teatro Petra Gold, recebe a dama da TV e do teatro Nathalia Timberg, que completará 90 anos de idade no palco (em agosto), completando também 90 sessões com o espetáculo e, ao final da temporada, encerrará em 100 apresentações.

Através das ideias arrojadas e do humor ácido de Iris Apfel, a peça é um elogio à liberdade de ser e de se expressar, em qualquer tempo da vida. Apfel, hoje aos 97 anos, inspira e surpreende artistas e criadores mundo afora com sua autenticidade e pensamento. Suas ousadas misturas ao se vestir, seus acessórios exuberantes, os óculos gigantes e roupas multicoloridas falam sobre a independência a que todo tem direito. Sobre experimentar – e se experimentar – sem medo do julgamento.

Quando ainda atuava como designer de interiores, Iris, junto ao seu marido, Carl Apfel (morto em 2015, aos 100 anos), viajava o mundo em busca dos tecidos perfeitos para a clientela ilustre que incluía nomes como Estée Lauder, Jacqueline Kennedy Onassis e Greta Garbo. A dupla foi chamada para decorar a Casa Branca por nove mandatos: Truman, Eisenhower, Nixon, Kennedy, Johnson, Carter, Reagan e Clinton. Aos 84 anos de idade, a designer foi surpreendida por uma virada em sua vida: passou a ter seu estilo reverenciado pelo mundo todo depois se tornar tema de uma exposição no Metropolitan Museum de Nova York, onde inicialmente seriam apresentados cinco looks seus em uma pequena galeria, mas o evento se transformou numa exposição inteira com mais de 80 looks e cerca de 150 mil visitantes.

“Uma das maiores surpresas que tive ao escrever ‘Através da Iris’, foi ter encontrado uma segunda personagem, dentro da nossa ‘Estrela’ Não são apenas, moda, estilo, frases ácidas e divertidas que permeiam seu universo. Descobri uma mulher de vida colorida – ela mesma fala que as cores ressuscitam os mortos – com uma larga experiência, movida pela vivacidade, bom humor e coragem. Encontrei uma Iris que serve de exemplo para todos aqueles que desistiram da vida. Lembrem-se de que ela tem 97 anos e uma imensa alegria de viver! ”, vibra o autor Cacau Hygino.

02 DE AGOSTO A 01 DE SETEMBRO

SEX, SÁB E DOM 20H – Rua Conde de Bernadotte, 26 – Leblon- Rio de Janeiro – RJ, 22430-200 – CONTATO Tel: (21) 2529-77

INGRESSOS

Divulgacão

 

 

Comentar ()

() Comentários


Sobre mim

Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. Este blog é muito biográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver.