Em casa, protetor contra sol e poluição

O sol é sempre o primeiro fator do envelhecimento precoce, mas há outros também, como estresse e alimentação. Nos últimos anos, estudos aqui no Brasil e lá fora comprovam a participação da poluição neste processo — explica a dermatologista Christiane Gonzaga, que cita os efeitos de poluentes liberados por automóveis como um dos culpados. Isso porque, combinados com a radiação, essas substâncias são capazes de afetar a pele, causando a perda de vitaminas C e E.
O mecanismo de ação (da poluição na pele) é o ozônio. Não aquele da camada, mas o que é gerado na atmosfera, no contato dos poluentes com a radiação solar. Isso é capaz de desencadear um estresse oxidativo na pele, gerando o envelhecimento — detalha a médica.
Os efeitos deste envelhecimento podem surgir de várias formas: da perda de elasticidade e firmeza, ao ressecamento e piora da textura da pele, passando pelo aparecimento de manchas, rugas e linhas.
Os cosméticos com ação antioxidante ajudam a combater os efeitos da poluição assim como a ingestão de vitaminas C e E.
Importante: se sua casa é bem iluminada pelo sol, use protetor solar mesmo que vá ficar em casa.
Compacto Conteúdo suplemento Ela




Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo