Envelhecimento dos portugueses levará dívida pública para 161,5% do PIB em 2050

A dívida pública portuguesa vai subir até aos 161% do Produto Interno Bruto até 2050 só por efeito do envelhecimento da população se não forem tomadas medidas adicionais, alertou hoje a agência de notação financeira S&P Global Ratings.

“A população portuguesa deverá cair 15% até 2050, mas a população mais idosa deverá crescer para 35% do total; sem medidas políticas adicionais, isto iria aumentar a despesa pública relacionada com pensões, saúde e cuidados continuados para 24% do PIB e a dívida pública subiria para 161% do PIB”, lê-se num comentário enviado hoje aos clientes da Standard & Poor’s, e a que a Lusa teve acesso.
O documento, com o título ‘Envelhecimento Global 2016: Envelhecimento da População de Portugal é mais um Desafio Orçamental’, admite que “houve algum progresso na reforma das pensões”, mas acrescenta que “a perspetiva de curto prazo orçamental para Portugal é ensombrada por vários impedimentos ao crescimento econômico”.
Destak Portugal

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo