A Hora “H” para o Peeling

images-2

O inverno é a melhor época para fazer tratamentos de renovação celular, como o peeling químico.
Eles são um tipo de procedimento capaz de corrigir marcas, manchas e muitas das alterações decorrentes do envelhecimento. Além disso, melhoram a aparência e a qualidade da pele. Com a ausência do sol forte durante a estação fria do ano, fica mais fácil clarear essas manchas e reduzir pequenas imperfeições que, muitas vezes, são adquiridas no verão, pelo excesso de exposição à luz solar.
A biomédica Dra. Lilian Alves Queijo explica: “Peeling é o nome dado ao procedimento no qual provoca-se a descamação da pele. Quando o agente indutor desta esfoliação é um produto químico damos o nome de “peeling químico”.
Bons resultados podem ser obtidos com vários deles desde de que realizados a pequenos intervalos. Numa cidade praiana, por exemplo, a descamação subsequente costuma ser fina e não chega a atrapalhar o dia a dia, podendo a pessoa voltar à sua vida normal, tudo isso sem comprometer o resultado final “Nem sempre o peeling, para ser bom, tem que promover aquelas descamações exacerbadas, conseguimos sucesso no tratamento com ativos menos agressivos”.
A biomédica avalia os benefícios: “melhoram a textura da pele, clareiam manchas e atenuam rugas finas, além de estimular a renovação do colágeno que dá melhor firmeza à pele”, afirmou.
Os resultados dos peeling químicos são muito bons, com renovação importante da pele e diminuição até mesmo de rugas profundas como as rugas ao redor da boca e dos olhos, controle da oleosidade, diminuição de poros dilatados entre outros.

Além dos peeling tradicionais já aplicados pela biomédica, ela está trazendo uma novidade para a região, o Peeling de Ouro.  “Lançado recentemente no Congresso Internacional de estética, esse peeling é um coringa, possuindo multiação e sendo indicado para melasma, acne, sardas, fotoenvelhecimento e rejuvenescimento”, afirma.
Cuidados
A biomédica orienta que é preciso haver um preparo antes dos procedimentos. “Para se realizar um peeling químico, a pele deve ser preparada com antecedência e também receber um tratamento pós-peeling e ainda, muitas vezes, associamos o conceito In&Out, onde entramos com ativos específicos, administrados via oral. Estes cuidados permitem a obtenção de melhores resultados”.
Por isso, só devem ser realizados por profissionais capacitados para o uso das técnicas e que estejam aptos a resolver qualquer problema que possa se apresentar em decorrência do tratamento.
Diário do  Litoral

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo