Em março, o guia com dicas para turistas idosos

dsc04126s_g

O Ministério do Turismo divulgou que, até março do ano que vem, 25,4% dos brasileiros com mais de 60 anos viajarão pelo Brasil, calculo realizado a partir da quantidade de 23,5 milhões de pessoas do País que estão incluídas nesta faixa etária. Por isso, para não desperdiçar esta demanda, hoteis, pontos turísticos e transportes estão cada vez mais preparados para atender a este público específico.

A pesquisa “Sondagem do Consumidor”, de agosto de 2016, mostrou que 25,4% dos brasileiros acima dos 60 anos pretendia viajar entre setembro deste ano e março do ano que vem, e que 59,9% destes escolheriam destinos domésticos. Durante as viagens, 84% dos turistas desta faixa etária tem optado por passeios acompanhados, e apenas 15% afirmam que viajam sozinhos.

 “Para o mercado, é muito interessante termos esse segmento cada vez mais ativo. É um segmento turístico, a exemplo das pessoas com deficiência, que demanda um atendimento diferenciado. Essa cartilha contém dicas valiosas para atender bem o turista idoso”, ressaltou a secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo na ocasião, Teté Bezerra.

Do site O Liberal

 

assista o vídeo das praias do Rio

 

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo