Nada Muito: só Bom Senso

O livro que tive a satisfação de publicar com o médico nutrologista João Curvo, ano passado, e cujo título é Nada Muito – Comer e Viver com Saúde e Prazer (Ed. Rocco), tem um formato de fácil acesso. Na qualidade de jornalista, elaborei perguntas sobre o tema, respondidas pelo entrevistado, e o formato do volume é simples: prático para ler, funciona como um livro referência, ou livro de cabeceira para todas as idades no formato de pingue-pongue, como dizemos nas redações de jornais. Ou seja: perguntas-e-respostas distribuídas em oito capítulos leves e de fácil leitura.

Em Nada Muito – Comer e Viver com Saúde e Prazer há trechos em que a alimentação

saudável dos mais velhos é comentada por Curvo.

Um exemplo: a questão da alimentação sadia para os hipertensos (uma disfunção nacional). Perguntei a Curvo: Como age a alimentação saudável nesses casos? Ele responde (dentre outras disposições a serem tomadas): ”A intervenção nutricional pode prevenir a hipertensão. Basta uma alimentação balanceada.”
Em outra resposta ele aponta a conduta nutricional básica e correta na mesa dos idosos: ”Controlar o peso corporal para mantê-lo em nível adequado. Reduzir o consumo de sal a seis gramas, equivalentes a duas colheres de chá rasas, por dia, nos alimentos. Restringir o consumo de embutidos – salames, presuntos, mortadelas -, carne-seca, enlatados, bebidas alcoólicas. Incluir cinco porções diárias de frutas, e vegetais folhosos: espinafre, brócolis, couve-flor, rúcula e couve no cardápio e reduzir gorduras animais saturadas.”
E mais: usar azeite e óleos vegetais de canola, girassol, milho ou soja. Consumir aveia (ajuda a baixar o colesterol), papaia, pêssego, ameixa, manga, maçã, pera (ricas em vitamina C) e frutas oleaginosas como nozes, amêndoas, macadâmias e avelãs.
Se você não sabe,  procure consumir um dente de alho temperando a comida, diariamente.
Bom apetite.
Léa Maria
 

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo