No outono, aqueça o corpo e movimente-se!



Nada Muito

Neste começo de outono, uma  estação mais amena, escolhemos como nossa “pílula de bem-estar” uma pergunta nossa que está no livro/entrevista que escrevemos com o Dr. João Curvo, o Nada Muito – Comer e Viver com Saúde e Prazer (Ed. Rocco). 

Uma resposta dele vem bem a propósito para os dias e noites mais frescos que se iniciam esta semana. A referência do Dr. Curvo, no caso, é o modo de ver e de viver dos orientais.

Indagamos do médico nutrólogo: “Os orientais valorizam a inteiração do corpo com a natureza. Quais os benefícios que isso traz?”

Ele responde: “No outono, após o festivo verão, é  comum o corpo pedir para descansar mais. Daí a vontade de se largar num sofá em vez de se exercitar. (…) Temos que reagir, colocando o corpo e a mente em movimento.”

Uma das máximas orientais que João Curvo costuma usar é esta: ”Em água corrente não para mosquito.”

A dietoterapia energética chinesa, segundo o médico, receita alimentos que aquecem e têm sabor picante como o alho, alho-poró, gengibre, noz-moscada, cebolinha, cebola, salsa, coentro e pimentas de todas as qualidades. Feijões, caldos quentes, e cozidos e sopas são bem-vindos.

“Os doces mais indicados,” arremata Curvo, “são à base de frutas cozidas assadas ou mesmo secas, com cravo e canela.”
Bom apetite e fortalecida(o) desta maneira, para viver a estação seguinte, aguarde a chegada do friozinho do inverno. 







Léa Maria

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo