“O” Café da Manhã

unnamed

Fim de semana chegando e todo a família agora tem tempo para ficar mais junta depois de uma semana corrida. Reunir todo mundo faz a gente ter mais alguns momentos de felicidade. Que tal fazer um café da manhã ou da tarde bem gostoso para colocar o papo em dia?

A Finna, marca de farinhas e misturas para bolos da M. Dias Branco, ensina como fazer Broa de Milho. Fácil de fazer, a receita leva ingredientes fáceis de encontrar em qualquer supermercado próximo  Hummm! Vai ficar uma delícia acompanhado de um cafezinho feito na hora.

Ingredientes:

400 g de Farinha de trigo Finna com fermento
600 g de fubá de milho
300g de margarina Puro Sabor
300 g de açúcar refinado
3 ovos inteiros
1 pitada de sal

Modo de Preparo:

 – Em uma tigela, misture os ingredientes secos. Em seguida, acrescente a margarina e os ovos, ligeiramente batidos com um garfo. Amasse tudo até que a mistura desgrude das mãos. Faça bolinhas, depois achate-as na mão e arrume em uma assadeira untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo. Pincele com gema e leve ao forno para assar a 1800C, por mais ou menos 12 minutos.

Se ficou alguma dúvida na hora do preparo, acompanhe o passo a passo em vídeo https://www.youtube.com/watch?v=T2ujT7Xkxss

 

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo