O correto é medir a pressão dos 2 braços

De acordo com estatísticas da Sociedade Brasileira de Hipertensão, cerca de 30% da população brasileira adulta e 50% da terceira idade tem pressão arterial elevada. O maior entrave para se descobrir a doença é o fato dela não costumar ter sintomas, a não ser um aumento de temperatura e dores de cabeça que podem ser facilmente confundidas com estresse.
A maneira mais prática de conhecer como está sua pressão arterial é fazer a medição no braço, mas saiba que, apesar de pouco comum, especialistas afirmam que ela deveria ser aferida em ambos os braços, já que uma diferença entre os membros pode indicar um aviso prévio de doenças cardíacas.
Segundo um recente estudo realizado pela Universidade de Exeter e divulgado pelo site “Daily Mail”, pessoas que têm uma diferença de mais de cinco pontos na sua pressão arterial sistólica (o número mais alto na mediçao) entre cada braço apresentava quase o dobro do risco de morrer de doenças cardíacas nos próximos oito anos.
Isso porque, de acordo com o autor do trabalho científico, a diferença da pressão arterial entre os braços é mais comum em pessoas com sinais de doença dos vasos sanguíneos. O teste duplo já é sugerido como padrão quando alguém sofre de hipertensão, mas ele nem sempre é feito. Portanto, quando consultar um médico, peça para que ele realize a medição em ambos os braços.
Conteúdo ExpressoMT

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo