Por muitas polegadas a mais



Além de Kim KardashianJennifer Lopez e Kate Winslet (fotos) , o quadril largo também é uma das características mais comuns nas brasileiras. Preocupadas em disfarçar a região, a consultora de imagem e fundadora do Clube das Mulheres Bem Vestidas, Fernanda Fuscaldo, explica os segredos para diminuir a silhueta.

“A primeira coisa é se aceitar, ter em mente que você nasceu assim e o melhor que você pode fazer para viver feliz com sua imagem é valorizar seu corpo real. A grande vantagem de mulheres com quadril largo, é que geralmente a cintura é fina e a parte superior magra. Ponto para você, o campo de visão do expectador, quem te olha, é a parte superior”.

Fernanda ensina que o segredo é sempre equilibrar a silhueta com truques de ilusão de ótica, criando volume onde você é mais magrinha, na parte superior do corpo.

“Partes de baixo: calça, saias, bermudas em cores vivas, claras, com brilho, detalhes, textura. Modelagem reta (sem ser muito justa), evasê. Calças pantalonas, retas, boot cut (levemente aberta na perna). Evite bolsos faca, calças jeans com lavagem manchada, bigodes, tachas. Quanto mais escuro e de lavagem única, melhor”. 

A profissional também afirma que é preciso tomar cuidado com modelagens muito justas que marquem o quadril. ” Abuse das blusas com decotes ciganinha, ombro a ombro, canoa, com manga deslocada, detalhes nos ombros”.

Uma ótima alternativa para disfarçar o volume é usar acessórios na parte superior. “Brincos, colares e bolsas no ombro para não adicionar mais volume no quadril”, conclui.

Compacto UOL

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo