Revista do Brasil Idoso

cover-turismo

 

Turismo em Sampa

Um litoral de praias privilegiadas, mais de 300 cidades de reconhecido potencial turístico, 67 municípios considerados estâncias balneárias, turísticas, hidrominerais e climáticas e uma capital de pujante atividade cultural e artística, de culinária diversificada e enriquecida pela contribuição de migrantes e imigrantes atraídos pelo dinamismo da nossa economia. São vários os motivos para o turista conhecer e aproveitar o que o Estado de São Paulo tem a oferecer como atrativos.

São 622 quilômetros de praias e 138 mil hectares de Mata Atlântica do litoral norte ao sul, diversos parques e reservas florestais, cavernas, rios e cachoeiras, além de atrativos como a prática de esportes aquáticos, ecoturismo, festas tradicionais e manifestações culturais.

Para popularizar e proporcionar opções de turismo para pessoas de diferentes perfis e idades, a Secretaria do Turismo desenvolve programas acessíveis e para diversos destinos.

O turismo é ainda grande fonte de recursos para a economia, que gera, no Estado de São Paulo, 1 milhão de empregos diretos e indiretos, e que atrai todos os anos cerca de 50 milhões de turistas, dos quais 2 milhões são estrangeiros. Conheça os principais destinos turísticos do Estado e as características de cada um deles, clique aqui.

Programas e Ações

Recursos para estâncias turísticas

Os municípios considerados estâncias turísticas recebem do Governo do Estado uma verba anual prevista no orçamento para desenvolvimento de atividades que promovam o turismo em suas localidades.

O órgão que faz os repasses é o DADE (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias). O dinheiro é repassado na forma de convênios aos municípios, que necessitam indicar onde os recursos serão aplicados. Desde 2011, os municípios beneficiados receberam mais de R$ 1 bilhão.

Roteiros diversificados

Percorrer no interior e litoral as rotas de jesuítas e figuras religiosas que ajudaram a construir a história de São Paulo, saborear os pratos da culinária do Estado e participar de roteiros pelas praias paulistas. Esses são alguns dos programas que você pode participar gastando quase nada e se divertindo para valer. Alguns deles incluem roteiros especiais para crianças e idosos. Conheça a seguir algumas das iniciativas da Secretaria de Turismo.

Festival Gastronômico Sabor de São Paulo: iniciativa da Secretaria de Turismo com a revista Prazeres da Mesa, com etapas regionais e final na cidade de São Paulo. O objetivo é dar destaque às criações culinárias dos municípios paulistas.

Roda SP: roteiros de ônibus por diversas regiões do Estado, com acompanhamento de guia turístico. O usuário compra uma passagem em forma de cartão eletrônico que pode ser usada por 24 horas, para subir e descer nos ônibus quantas vezes o passageiro quiser.

Caminha SP: roteiros a pé ou de bicicleta, contemplando 44 municípios paulistas. Entre as opções, está o Passeio dos Jesuítas, que percorre 13 municípios do litoral paulista.

Turismo do Saber: programa dirigido a crianças que estudam na rede pública de ensino, que concilia o turismo com atividades lúdicas e de conhecimento (as inscrições são feitas pelosite do Caminha SP).

Melhor Viagem SP: promove excursões de um dia com idosos para destinos turísticos localizados no litoral e interior do Estado, em um raio de 200 quilômetros da capital. Faz parte do Programa Estadual São Paulo Amigo do Idoso. As inscrições não são feitas diretamente pelos participantes, mas por prefeituras municipais e instituições sociais ou ligadas aos interesses dos idosos, por ofício encaminhado à Secretaria de Turismo.

Serviços e informações

SECRETARIA DE TURISMO

Rua Bandeira Paulista, 716, 8º andar, CEP 04532-002 – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 3709-5937

Projeto Beira de Praia leva lazer e esporte a veranistas no Litoral Norte

Globo.com

Pelo segundo ano consecutivo, o projeto Beira de Praia levará esporte e lazer aos veranistas do Litoral Norte do Rio Grande … Haverá opções de exercícios físicos e práticas esportivas para todos os públicos, de crianças a idosos.

 

É em Portugal mas podíamos copiar, não é?

Delegados de saúde “devem intensificar visitas a lar de idosos”

Direção-geral de Saúde reforça orientações dadas à rede nacional de delegados de saúde como medida preventiva devido ao frio

Os delegados de saúde devem intensificar as visitas aos lares de idosos como medida preventiva tendo em conta a previsão de descida das temperaturas a partir desta sexta-feira, recomenda a Direção-geral de Saúde (DGS).

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê a partir desta sexta-feira e, pelo menos até dia 21, que se verifique uma descida das temperaturas, em especial da mínima, que pode atingir valores entre -1 e -4 graus em Bragança, Vila rela, Guarda, Braga, Leiria, Viseu, Évora e Portalegre.

“A DGS, a título preventivo, reforçou as orientações dadas à rede nacional de delegados de saúde no sentido da intensificação de visitas de caráter pedagógico aos lares de idosos”, refere uma nota enviada à agência Lusa.

Tendo em conta que o frio pode precipitar a descompensação de doenças crónicas, a autoridade de saúde insiste ainda nas recomendações preventivas à população: manter o corpo hidratado e quente, aquecer a casa, ter em atenção que há fontes de calor que representam risco de incêndio ou intoxicação, estabelecer contacto com familiares e vizinhos ou telefonar, em caso de necessidade, para a Linha Saúde 24.

 

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo