Sobremesa para o Dia dos Pais

Mais fácil de fazer do que você pensa, o bolo leva a tradicional combinação brasileira de queijo e goiabada
A Finna, marca de farinhas e misturas para bolo da M.Dias Branco, ensina uma receita saborosa para servir em momentos festivos, deixando a comemoração ainda mais especial: Naked Cake Romeu e Julieta.
A massa do bolo fica mais consistente e macia com a Farinha de Trigo Finna sem Fermento, que é enriquecida com vitaminas A, B1, B2, PP e B6 e com o mineral Zinco, nutrientes que colaboram para o bom funcionamento do organismo.
O Naked Cake, traduzido para o português “bolo pelado”, nada mais é do que um bolo sem cobertura e com o recheio aparente. Muito pedido atualmente em festas, o doce valoriza a massa e o recheio. Esteticamente marcante, o bolo é muito versátil, permitindo uma enorme variação de recheios.
Com a ascensão de reality shows de culinária, você já deve ter ouvido falar no doce. Parece ser uma receita complicada, mas é mais fácil de fazer do que parece e demora 50 para ficar pronto. Entre os recheios sugeridos estão o brigadeiro de parmesão e a calda de goiabada.
O recheio de Romeu e Julieta tem origem mineira. É uma deliciosa mistura de queijo com goiabada. Surgiu no período colonial, quando os portugueses iniciaram a produção de queijo na região. A combinação salgada e doce se tornou uma tradicional sobremesa na mesa dos brasileiros e é usada também em diversos pratos, como mousse, pizza, sorvetes e tortas.
Aproveite a dica e faça o Naked Cake com o brasileiríssimo recheio. Confira a receita completa abaixo:
Naked Cake Romeu e Julieta
naked-cake-romeu-e-julieta
Massa
Ingredientes
4 ovos
1 xícara e meia de açúcar
1 xícara de margarina Puro Sabor
1 xícara de leite
2 xícaras de Farinha de trigo Finna sem fermento
50 gramas de queijo parmesão ralado (de pacotinho)
1 colher de sopa de fermento em pó
Modo de Preparo:
– Bata em uma batedeira por 7 minutos os ovos, a margarina e o açúcar;
– Peneire todos os ingredientes secos juntos, exceto queijo ralado e acrescente aos poucos à mistura batida, intercalando com o leite;
– Coloque o queijo na mistura e bata rapidamente;
– Unte e polvilhe três formas de aro removível de 18 cm de diâmetro e distribua a massa igualmente entre as três;
– Leve ao forno preaquecido a 200 graus por cerca de 40 minutos, ou até que um palito de madeira saia limpo (se inserido no bolo)
Brigadeiro de parmesão
1 lata de leite condensado
100 g de parmesão fresco ralado fino
1 colher de margarina
Modo de Preparo:
– Leve todos os ingredientes ao fogo em panela média, sempre mexendo, sem deixar pegar no fundo, até que fique bem firmeReserve na geladeira.
Calda de goiabada
300 g de goiabada em barra
100 ml de água
Preparo
– Corte a goiabada em cubos e leve ao fogo com a água, sempre mexendo, até que derreta completamente e vire uma pasta.
– Reserve na geladeira.
Montagem
– Desenforme os bolos, coloque o primeiro deles no prato que for usado para servir, distribua metade do brigadeiro e, sobre ele, metade da goiabada. Coloque o segundo bolo, repetia o processo do recheio e sobreponha o terceiro;
– Finalize o bolo com açúcar de confeiteiro peneirado, pedaços de goiaba, goiabada, ou qualquer outra decoração que remeta aos ingredientes do bolo.
Tempo de preparo: Aproximadamente 50 minutos
Porções: 10 porções médias

Conteúdo Finna

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo