Tá pensando em começar um negócio em casa?

outubro 13, 2016 0 Por Thereza Christina Pereira Jorge
Tem se sentido animado, animada, com a ideia de ter um negócio administrável da sua casa? Então, veja as dicas a seguir para ter sucesso nessa empreitada, sem deixar que a liberdade de atuação gere improdutividade:
1. Tenha cara de empresa, desde o começo
Ter um negócio na sua própria residência não é desculpa para gerenciá-lo de forma amadora. Pelo contrário: mais do que nunca, você terá de provar que sua empresa tem tanto potencial quanto as que optam por ter um escritório ou um ponto comercial para centralizar suas operações.
2. Separe trabalho de lazer e organize bem o tempo
Em um trabalho de casa, é grande a tentação de misturar horas de lazer com as de trabalho, por conta da sobreposição de espaços e tempos. Quem cai nessa armadilha enfrenta graves consequências: sente que não dá atenção suficiente a nenhuma das duas áreas.

3. Sim, saiba que ainda será preciso sair de casa
Ter um negócio de casa não significa que você ficará 100% do tempo na sua residência. Agora que você é empreendedor, está em suas mãos a análise do mercado em que você atua.
Mas também não basta apenas observar: também é preciso executar tudo aquilo que você perceber no seu ambiente de negócios. Faça as operações necessárias. O público quer diversificação? Mude sua linha de produtos. Ele quer um preço menor? Reveja seu preço.

4. Desenhe um mapa de espaços de coworking e cafeterias
Ainda falando de profissionalismo: talvez a sua residência não seja o local mais adequado para encontrar um cliente importante ou fazer uma entrevista de emprego. Por isso, o empreendedor remoto precisa desenhar um mapa de locais que pode usar para suprir tais necessidades.
Uma opção são os espaços de coworking: lugares onde há mesas compartilhadas de trabalho, por um custo menor do que o aluguel ou a compra de um escritório próprio.

5. Dê à sua equipe a chance de encontros presenciais
Caso você já esteja no momento de ter alguns funcionários, lembre-se de que, por mais que todo mundo trabalhe de forma remota, às vezes é bom promover encontros presenciais. Um negócio não se forma apenas pela boa execução das tarefas, mas pela compreensão por parte de todos os membros de qual é a missão do empreendimento.

6. Faça uso da nuvem
Ao se deslocar de um local para outro, também é importante que documentos muito usados – a apresentação da sua empresa ou algum contrato comum para fornecedores, por exemplo – estejam sempre acessíveis.
Para isso, serviços de computação em nuvem podem ser uma boa solução. É preciso apenas ter acesso à internet para fazer uso de ferramentas como Dropbox e Google Drive, por exemplo.
7. Não cobre barato por não ter um ponto
Uma falha muito comum aos empreendedores que gerem seu negócio de casa é jogar o preço de seus produtos ou serviços muito para baixo.
Por exemplo: no seu expediente comercial, você faz uso de luz, água, gás e também usufrui da sua residência. Ao calcular o preço que cobrará, então, pense nas suas contas mensais e também considere o aluguel ou condomínio do local.


Compacto da Exame Online