Uma “trança” à italiana

O pão está em nossas mesas quase todos os dias. É uma delícia, não é mesmo? Cozinhar por prazer faz do preparo dos pratos uma terapia. Imagina fazer um pão trançando igual de padaria com recheio de calabresa em casa? Mexer com as próprias mãos, sovar, esperar o fermento agir e no fim de tudo ter um pão lindo, pronto, feito por você vai te dar um orgulho e tanto. A Finna, marca da M.Dias Branco, ensina a receita completa.
O bom desse pão é que ele pode ser consumido tanto no lanchinho da tarde como também para acompanhar uma refeição.

Pão trançado com Calabresa

 Ingredientes:
Massa:
 1 kg de Farinha de Trigo Finna Tipo I
 15 g de fermento biológico seco (1 1/2 envelope) 
 1/2 colher (sopa) de açúcar 
 3 xícaras (chá) de água morna misturada com 1 colher de sal 
 1/2 xícara (chá) de azeite 
 2 ovos
Recheio:
 1 linguiça calabresa defumada cortada em fatias finas 
 2 xícaras (chá) de mozarela ralada grosseiramente 
 1 gema misturada com 1 colher (chá) de óleo de milho para pincelar
Modo de preparo:
 – Misture a farinha, o fermento e o açúcar. Junte os ingredientes restantes e forme uma massa. Amasse bem. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada. Deixe crescer até dobrar de volume. Abra a massa e corte em tiras as laterais, deixando o centro inteiro. Recheie o centro com a linguiça e a mozarela. Trance e passe para uma assadeira untada e enfarinhada. Pincele com a mistura de gema e óleo e leve ao forno pré-aquecido em temperatura média por 40 minutos ou até assar e dourar. Sirva.

Thereza Christina Pereira Jorge

Iniciamos com Viva com Beleza Envelhecimento Ativo há 10 anos. E estamos aprendendo a Arte de Envelhecer, e que Arte difícil! O site trata da descoberta do meu Envelhecimento Ativo. Consultoria em Envelhecimento Ativo [email protected] Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Estudo há sete anos e Envelhecimento Ativo e escrevo sobre isso. Primeiro no blogue Viva com Beleza e agora no site Arte de Envelhecer. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. O site _ https://www.artedeenvelhecer.com.br _ é muito autobiográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver. Tenho apreciado (às vezes) o meu envelhecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo