“Não adianta eu tentar fazer uma coreografia se não é minha praia, o que posso fazer de melhor. Sou metida, vou querer dançar, mas com minhas limitações”, disse durante coletiva de imprensa para falar sobre a nova temporada do programa. A 5ª temporada do Dancing Brasil irá ao ar às quartas-feiras, ao vivo, após o Jornal da Record, a partir de amanhã, 3 de julho.Nesta nova edição do Dancing Brasil, o trio de jurados da atração será o mesmo da edição anterior: Paulo Goulart Filho, Fernanda Chamma e Jaime Arôxa. Junno Andrade, namorado de Xuxa, será o responsável por interagir com os participantes antes e depois das apresentações no palco.

Não é de hoje que Xuxa menciona a questão da idade. Em março deste ano, ela fez uma análise de como as pessoas enxergam o passar do tempo para ela. “Eu tô muito bem do jeito que eu tô, careca. Tô muito bem com as minhas rugas. Tô muito bem não comendo carne. Tô muito bem não fumando, bebendo, e vejo que as pessoas ficam muito chateadas com isso”, afirmou em entrevista ao canal de YouTube Garagem de Unicórnio, da Rede Snack.

Xuxa está com 56 anos de idade e avalia que a cobrança em relação ao assunto não aconteceria se ela fosse homem. “Infelizmente, em nossa sociedade, a gente vê o homem quanto mais maduro mais bonito, cabelo branco. Envelhecer para o homem é legal e para a gente é uma cobrança muito grande”, desabafou.

Ela acredita que as mulheres tenham sido ensinadas a pensar assim há tempos. “Talvez a gente tenha feito isso. Fomos acostumadas desse jeito, estar bem arrumada, não envelhecer, pintar o cabelo para não aparecer os brancos. A gente tem que fazer o que a gente quer. Mesmo que incomode, a gente tem que ser feliz”, aconselha.

Xuxa também defende a liberdade de a mulher escolher como quer viver, do ponto de vista estético. “Quem quiser ter pelinho embaixo do braço, tenha. Quem quiser ter cabelo branco, tenha. As pessoas têm que ficar felizes. Não acho legal ter cobrança. Não concordo com alguns exageros que as mulheres estão fazendo hoje em dia, essa deformidade que às vezes aparece em algumas pessoas”.

 

Estadão Online

 

Comentar ()

() Comentários


Sobre mim

Meu nome é Thereza Christina Pereira Jorge, sou carioca, mãe de dois filhos, jornalista. Fui repórter-editora nos jornais O Globo e sucursal Rio de O Estado de São Paulo. Trabalhei nas revistas femininas da Editora Bloch e na revista Isto É, também na sucursal. Sou formada em Ciências Sociais pela UFRJ. Este blog é muito biográfico porque estou descobrindo e praticando o que a OMS definiu como Envelhecimento Ativo. Amo a vida e o viver.