Vargas Llosa, 86 anos, teve covid19, foi internado mas trabalhou

Autor(a):

O escritor Mario Vargas Llosa, de 86 anos, continuou escrevendo durante sua internação por causa de complicações causadas pela covid19, há duas semanas, em Madri, revelou ele no domingo, 8, na Feira Internacional do Livro de Buenos Aires.

“Nunca deixei de escrever artigos, nem nas situações mais difíceis”, contou o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 2010, ao comentar sua publicação mais recente na imprensa, uma resenha intitulada Cervantes (o texto foi publicado pelo Estadão em 5 de maio), sobre o livro de Santiago Muñoz Machado, diretor da Real Academia Espanhola.

Em conversa com o argentino Jorge Fernández Díaz, Llosa explicou que precisou ser internado porque, em consequência da covid, teve dificuldade respiratória: “Foi uma experiência de apenas 24 horas, porém muito angustiante. Lembro-me como uma libertação quando me colocaram no oxigênio”.

Em Buenos Aires, Llosa apresentou seu livro mais recente, La Mirada Quieta, sobre o escritor espanhol Benito Pérez Galdós. Ele participou ontem de um jantar da Fundação Liberdade na cidade de Rosario, com o ex-presidente de direita Mauricio Macri (2015-19) e outros líderes políticos da oposição argentina.

O peruano Mario Vargas Llosa é o último representante vivo do boom latino-americano, no qual também se inscreveram o colombiano Gabriel García Márquez, o argentino Julio Cortázar e o mexicano Carlos Fuentes. No ano passado, foi eleito membro da Academia Francesa. •

O Estado de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *